O que é Berne Subcutâneo em Cães?

O que é Berne Subcutâneo em Cães?

O berne subcutâneo em cães, também conhecido como miíase cutânea, é uma condição causada pela infestação de larvas de moscas na pele do animal. Essas larvas se alimentam do tecido vivo do cão, causando lesões e desconforto. É uma condição comum em regiões tropicais e subtropicais, onde as moscas são mais abundantes. Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é o berne subcutâneo em cães, suas causas, sintomas, tratamento e prevenção.

Causas do Berne Subcutâneo em Cães

O berne subcutâneo em cães é causado pela infestação de larvas de moscas da família Calliphoridae. Essas moscas são atraídas pelo odor e pela umidade da pele do animal, especialmente em áreas onde há feridas, cortes ou infecções. As moscas depositam seus ovos nessas áreas, e as larvas eclodem em poucas horas. As larvas se alimentam do tecido vivo do cão, causando lesões e inflamação.

Sintomas do Berne Subcutâneo em Cães

Os sintomas do berne subcutâneo em cães podem variar dependendo do estágio da infestação. Nos estágios iniciais, pode haver coceira intensa na área afetada, além de vermelhidão e inchaço. À medida que as larvas se desenvolvem, podem ser observadas feridas abertas com a presença das larvas. O cão pode apresentar dor, desconforto e dificuldade para se mover. Em casos mais graves, a infecção pode se espalhar para outras partes do corpo, levando a complicações graves.

Tratamento do Berne Subcutâneo em Cães

O tratamento do berne subcutâneo em cães envolve a remoção das larvas e o tratamento das lesões. É importante procurar um médico veterinário para realizar o procedimento corretamente, pois a remoção inadequada das larvas pode levar a complicações. O veterinário irá avaliar a extensão da infestação e utilizar técnicas apropriadas para remover as larvas, como a aplicação de substâncias que as matam ou a extração manual. Após a remoção das larvas, o veterinário irá tratar as lesões com medicamentos adequados para promover a cicatrização e prevenir infecções secundárias.

Prevenção do Berne Subcutâneo em Cães

A prevenção do berne subcutâneo em cães envolve medidas para evitar a infestação de larvas de moscas. Algumas medidas que podem ser adotadas incluem:

– Manter o ambiente limpo e livre de restos de alimentos, fezes e outros materiais que possam atrair moscas;

– Manter o cão limpo e higienizado, realizando banhos regulares e escovação para remover sujeira e parasitas;

– Utilizar produtos repelentes de moscas, como coleiras e sprays;

– Evitar o acúmulo de umidade na pele do cão, mantendo-o seco e evitando áreas úmidas;

– Verificar regularmente a pele do cão em busca de feridas, cortes ou infecções, e tratar prontamente qualquer problema identificado;

– Manter o cão protegido em áreas com tela ou mosquiteiros, especialmente durante os períodos em que as moscas são mais abundantes.

Conclusão

O berne subcutâneo em cães é uma condição comum em regiões tropicais e subtropicais, causada pela infestação de larvas de moscas na pele do animal. É importante estar atento aos sintomas e procurar um médico veterinário para o diagnóstico e tratamento adequados. Além disso, a prevenção é fundamental para evitar a infestação de larvas de moscas, adotando medidas de higiene e proteção. Com os cuidados adequados, é possível manter o cão livre do berne subcutâneo e garantir seu bem-estar.