O que é Sarna em Cães e Gatos?

O que é Sarna em Cães e Gatos?

A sarna é uma doença de pele altamente contagiosa que afeta tanto cães quanto gatos. É causada por ácaros parasitas que se alimentam da pele do animal, causando irritação intensa e desconforto. Existem diferentes tipos de sarna que podem afetar os animais, sendo os mais comuns a sarna sarcóptica, a sarna demodécica e a sarna otodécica. Cada tipo de sarna tem suas características específicas e requer um tratamento adequado.

Sarna Sarcóptica

A sarna sarcóptica, também conhecida como sarna escabiose, é causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. Esses ácaros são extremamente pequenos e quase invisíveis a olho nu. Eles se enterram na pele do animal, causando coceira intensa, vermelhidão, perda de pelo e feridas. A sarna sarcóptica é altamente contagiosa e pode ser transmitida de um animal para outro através do contato direto.

O diagnóstico da sarna sarcóptica é feito através de exames de raspagem de pele, nos quais os ácaros são identificados sob um microscópio. O tratamento geralmente envolve o uso de medicamentos tópicos ou orais para matar os ácaros e aliviar os sintomas. É importante tratar todos os animais que tiveram contato com o animal infectado, além de desinfetar o ambiente para evitar a reinfestação.

Sarna Demodécica

A sarna demodécica, também conhecida como sarna negra, é causada pelo ácaro Demodex canis. Ao contrário da sarna sarcóptica, a sarna demodécica não é contagiosa e não é transmitida de um animal para outro. Ela ocorre quando há um desequilíbrio no sistema imunológico do animal, permitindo que os ácaros se multipliquem em excesso na pele.

Os sintomas da sarna demodécica incluem perda de pelo, vermelhidão, feridas e crostas na pele. O diagnóstico é feito através de exames de raspagem de pele, nos quais os ácaros são identificados sob um microscópio. O tratamento geralmente envolve o uso de medicamentos tópicos ou orais para controlar a população de ácaros e melhorar o sistema imunológico do animal.

Sarna Otodécica

A sarna otodécica, também conhecida como sarna de ouvido, é causada pelo ácaro Otodectes cynotis. Esses ácaros se alimentam da cera e do óleo presentes nos ouvidos do animal, causando coceira intensa, inflamação e acúmulo de secreção. A sarna otodécica é altamente contagiosa e pode ser transmitida de um animal para outro através do contato direto.

O diagnóstico da sarna otodécica é feito através de exames de otoscopia, nos quais os ácaros são identificados no canal auditivo do animal. O tratamento geralmente envolve o uso de medicamentos tópicos para matar os ácaros e aliviar os sintomas. É importante tratar todos os animais que tiveram contato com o animal infectado, além de limpar e desinfetar o ambiente para evitar a reinfestação.

Prevenção e Cuidados

A prevenção da sarna em cães e gatos envolve medidas como manter uma boa higiene, evitar o contato com animais infectados e garantir que o animal esteja com o sistema imunológico fortalecido. Além disso, é importante realizar exames regulares de pele para identificar precocemente qualquer sinal de infestação por ácaros.

No caso de animais infectados, é fundamental seguir o tratamento prescrito pelo veterinário e garantir que todos os animais que tiveram contato com o infectado também sejam tratados. Além disso, é importante limpar e desinfetar o ambiente para evitar a reinfestação.

Considerações Finais

A sarna em cães e gatos é uma doença de pele que pode causar grande desconforto aos animais. É importante estar atento aos sintomas e buscar ajuda veterinária assim que eles forem identificados. Com um diagnóstico precoce e um tratamento adequado, é possível controlar a infestação por ácaros e proporcionar alívio ao animal.

Lembre-se de que cada tipo de sarna requer um tratamento específico, por isso é fundamental seguir as orientações do veterinário. Além disso, a prevenção é sempre a melhor opção, por isso mantenha uma boa higiene e evite o contato com animais infectados.